Receita líquida da Gerdau alcança R$ 10,6 bilhões no primeiro trimestre de 2014

Press release

- Receita líquida evolui 15,1% frente ao mesmo período de 2013.
 
- Geração de caixa operacional (EBITDA) atinge R$ 1,2 bilhão, 48,6% a mais frente a 2013.

- Lucro líquido consolidado alcança R$ 440 milhões no primeiro trimestre contra R$ 160 milhões no mesmo período do ano anterior.
 
 
A Gerdau encerrou o primeiro trimestre de 2014 com crescimento de 15,1% na receita líquida consolidada, alcançando R$ 10,6 bilhões. Essa expansão se deveu principalmente ao efeito cambial na conversão de dólares para reais, à intensificação das vendas de minério de ferro próprio e ao maior volume de aço comercializado no mercado interno brasileiro e em países da América Latina. No mesmo período, foram vendidos 4,4 milhões de toneladas de aço, 3,7% de redução em relação aos três primeiros meses em 2013, principalmente pelas menores exportações a partir do Brasil – compensadas parcialmente pelo crescimento das vendas físicas no mercado interno – e pela redução das vendas de aços longos nos Estados Unidos em razão do inverno rigoroso e do aumento das importações na região. A produção consolidada de aço, por sua vez, evoluiu 3,3% frente o primeiro trimestre de 2013, atingindo 4,6 milhões de toneladas.
 
A geração de caixa operacional (EBITDA), de R$ 1,2 bilhão no trimestre, apresentou 48,6% de expansão frente ao primeiro trimestre de 2013, enquanto que o lucro líquido consolidado chegou a R$ 440 milhões, uma evolução de 175%. Essas expressivas variações percentuais do EBITDA e do lucro líquido se devem ao melhor desempenho da maioria das operações de negócio da Empresa, mas também à reduzida base comparativa (1º trimestre de 2013), cujo desempenho foi destacadamente menor pelas paradas de manutenção de usinas ocorridas no período.
 
“No primeiro trimestre, a Gerdau apresentou um bom desempenho em relação a anos anteriores. Isso se deveu aos esforços de gestão da Empresa, ao efeito cambial positivo e à melhora da demanda em distintos mercados. Para os próximos trimestres, seguiremos trabalhando no aprimoramento da eficiência operacional, na otimização do capital giro e na evolução do perfil de endividamento, buscando a melhoria contínua de nossos resultados. Também continuaremos investindo em nossos projetos estratégicos, como a expansão da produção de minério de ferro e de aços planos no Brasil, seguindo nosso posicionamento de continuarmos sendo seletivos na avaliação de CAPEX”, afirma o diretor-presidente da Gerdau, André B. Gerdau Johannpeter.
 
Ao longo do trimestre, os mercados atendidos pela Gerdau apresentaram comportamentos distintos. No Brasil, as vendas para o mercado interno (não inclui as unidades produtoras de aços especiais) evoluíram 1,8% em relação ao mesmo período do ano anterior, somando 1,4 milhão de toneladas, enquanto que as exportações a partir do País apresentaram redução de 60,4%, alcançando 155 mil toneladas. Nos Estados Unidos e no Canadá (não inclui as unidades produtoras de aços especiais), foi vendido 1,5 milhão de toneladas, 4,2% a menos do que no primeiro trimestre do ano passado, impactado pelo rigoroso inverno ocorrido na região e pelo expressivo aumento das importações.
 
Já as unidades nos demais países da América Latina (exceto Brasil) contabilizaram 681 mil toneladas comercializadas, volume 5,4% superior frente aos três primeiros meses de 2013. As vendas realizadas pela Operação de Negócio de Aços Especiais (incluindo usinas no Brasil, nos Estados Unidos, na Índia e na Espanha), por sua vez, somaram 758 mil toneladas, um acréscimo de 13,6% frente ao primeiro trimestre de 2013 influenciado pelo aumento da demanda em todas regiões, com destaque para a Índia.
 
A partir de 2014, as atividades de mineração de ferro, que anteriormente eram reportadas dentro da Operação de Negócio Brasil, passam a ser apresentadas separadamente como a nova Operação de Negócio Minério de Ferro. De janeiro a março, as vendas de minério de ferro alcançaram 2 milhões de toneladas contra 912 mil toneladas no mesmo período do ano anterior. Desse total, 812 mil toneladas foram direcionadas para usinas da Gerdau e 1,2 milhão de toneladas para o mercado.
 
Investimentos da Gerdau alcançam R$ 676,8 milhões no primeiro trimestre
 
No primeiro trimestre, os investimentos em ativo imobilizado (CAPEX) chegaram a R$ 676,8 milhões devido à realização de investimentos já anunciados. Em relação à operação de minério de ferro (MG), a Gerdau segue investindo para aumento da capacidade de produção de 11,5 milhões de toneladas por ano para 18 milhões de toneladas em 2016.
 
No Brasil, outro investimento relevante foi a expansão da usina produtora de aços especiais em Pindamonhangaba (SP), cuja produção é voltada principalmente para o atendimento da indústria automotiva. Ao final de 2013, entrou em operação o novo laminador da unidade, cuja capacidade instalada passou de 700 mil toneladas para 1,2 milhão de toneladas, sendo que a parte final dos desembolsos foi realizada no 1º trimestre de 2014.
 
Na Argentina, foi dado início às obras para construção de uma aciaria no final de fevereiro, com capacidade de produção de 650 mil toneladas de aço por ano. Com previsão de início de operações em 2016, a aciaria permitirá reduzir o volume de aço importado no país.
 
Nos Estados Unidos, os principais investimentos estão sendo realizados nas usinas de Saint Paul (Minnesota), Midlothian (Texas) e Beaumont (Texas). Na usina de Saint Paul, está em instalação um novo lingotamento continuo, em substituição ao já existente. Com isso, a capacidade instalada anual da usina crescerá de 450 mil toneladas para 550 mil toneladas em 2014. Já nas usinas no Texas, os investimentos estão voltados para aprimoramento da qualidade dos produtos e produtividade das unidades, sendo que serão concluídos também em 2014.
 
Gerdau realiza captação de US$ 500 milhões em abril em títulos de 30 anos

Em abril, a Gerdau realizou uma captação de US$ 500 milhões, com vencimento de 30 anos e cupom de 7,25% ao ano, cujos recursos foram utilizados, principalmente no alongamento da dívida. A distribuição geográfica da oferta foi de 71% nos Estados Unidos, 21% na Europa, Oriente Médio e África, 7% na América Latina e 1% na Ásia-Pacífico.
 
Ainda em abril, a Gerdau anunciou uma oferta de troca (exchange offer) de parte dos títulos de dívida com vencimento em 2017 e 2020 por uma nova emissão com vencimento em 2024 e cupom de 5,893%, no valor de até US$ 1,25 bilhão. Adicionalmente, anunciou uma oferta de aquisição (tender offer) de parte dos títulos de dívida com vencimentos em 2017 e 2020 no valor de até US$ 250 milhões. Ambas as operações serão concluídas na primeira quinzena de maio.
 
Pagamento de dividendos será realizado em 30 de maio
 
No dia 30 de maio, as empresas de capital aberto Gerdau S.A. e Metalúrgica Gerdau S.A. pagarão dividendos relativos ao primeiro trimestre de 2014. Serão destinados R$ 119,3 milhões para os acionistas da Gerdau S.A. (R$ 0,07 por ação) e R$ 44,7 milhões para os da Metalúrgica Gerdau S.A. (R$ 0,11 por ação).

Sobre a Gerdau
A Gerdau é líder no segmento de aços longos nas Américas e uma das principais fornecedoras de aços longos especiais do mundo. Recentemente, passou também a atuar em dois novos mercados no Brasil, com a produção própria de aços planos e a expansão das atividades de minério de ferro, iniciativas que estão ampliando o mix de produtos oferecidos ao mercado e a competitividade de suas operações. Com mais de 45 mil colaboradores, a Gerdau possui operações industriais em 14 países – nas Américas, na Europa e na Ásia –, as quais somam uma capacidade instalada superior a 25 milhões de toneladas de aço por ano. Além disso, é a maior recicladora da América Latina e, no mundo, transforma, anualmente, milhões de toneladas de sucata em aço, reforçando seu compromisso com o desenvolvimento sustentável das regiões onde atua. Com mais de 120 mil acionistas, as ações das empresas Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo, Nova Iorque e Madri.
 
 
Porto Alegre, 7 de maio de 2014.
Assessoria de imprensa – 51 3323-2170
imprensa@gerdau.com.br
 
 
« Back
De
Nome
Para
Nome
E-mail