Projeto da Gerdau aumenta produtividade de cooperativas de sucata no Brasil, Chile, Peru e Uruguai

Press release

Uma iniciativa da Gerdau voltada a catadores e cooperativas de sucata tem contribuído para a formalização e o aumento da renda desses profissionais, além de ampliar o volume e a qualidade do material comercializado. Por meio do projeto Reciclagem Inclusiva, que já capacitou mais de 1,2 mil recicladores no Brasil, Chile, Peru e Uruguai sobre temas como gestão empresarial e ambiental, houve expressivo crescimento da receita dos catadores e das cooperativas participantes.
 
Desde o início do projeto, em 2007, os lucros registrados pelos participantes evoluíram, em média, 167%, enquanto que o volume de sucata coletado aumentou 339%. Além disso, o número de fornecedores da Gerdau foi ampliado, passando de nove em 2011 para 116. Esses resultados renderam à Gerdau uma premiação inédita da World Steel Association, o Steelie Awards na categoria Excelência em Sustentabilidade. O projeto também foi recentemente reconhecido pelo programa Benchmarking Brasil como uma das melhores práticas socioambientais do País.

Sobre a Gerdau
 
A Gerdau é líder no segmento de aços longos nas Américas e uma das principais fornecedoras de aços especiais do mundo. No Brasil, também produz aços planos e minério de ferro, atividades que estão ampliando o mix de produtos oferecidos ao mercado e a competitividade das operações. Com mais de 45 mil colaboradores, a Gerdau possui plantas industriais em 14 países – nas Américas, na Europa e na Ásia –, as quais somam uma capacidade instalada superior a 25 milhões de toneladas de aço por ano. Além disso, é a maior recicladora da América Latina e, no mundo, transforma, anualmente, milhões de toneladas de sucata em aço, reforçando seu compromisso com o desenvolvimento sustentável das regiões onde atua. Com mais de 120 mil acionistas, as ações das empresas Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo, Nova Iorque e Madri.
 
 
« Back
De
Nome
Para
Nome
E-mail