Inca investe US$ 125 milhões na República Dominicana

Empresa é uma joint venture com o Grupo Gerdau, o qual possui participação de 49% no seu capital social

A Industrias Nacionales (Inca), empresa na qual o Grupo Gerdau possui 49% de participação societária, investirá US$ 100 milhões na instalação de um laminador de barras e perfis leves, com capacidade instalada de 420 mil toneladas anuais, destinada para o mercado interno e exportações. Com isso, a capacidade instalada anual de laminados da empresa crescerá de 300 mil toneladas para 720 mil toneladas. O novo laminador, que gerará 120 novos empregos diretos e 200 indiretos, entrará em operação entre o final de 2009 e início de 2010.
 
“Com a expansão, a Inca se consolida como um pólo siderúrgico, voltado para atender as demandas crescentes da região do Caribe”, afirma o diretor-geral de Operações (COO) do Grupo Gerdau, Claudio Gerdau Johannpeter.
 
O anúncio do novo investimento foi feito durante a tarde de hoje, 28 de novembro, no evento de inauguração de equipamentos industriais no valor de US$ 25 milhões, o qual contou com a presença do presidente da República Dominicana, Leonel Fernandez Riva. A cerimônia marcou a entrada em operação de uma nova linha para a produção de fio-máquina — matéria-prima para a produção de arames, telas, malhas eletrosoldadas, que atualmente é importada —, e de vergalhões em rolo. Até o momento, as atividades de laminação da Inca estavam voltadas para a produção de vergalhões em barras. Além da nova linha de produção de fio-máquina, também iniciaram a operar uma planta de corte e dobra de vergalhões e uma planta para produção de malhas eletrosoldadas, ambas voltadas para o setor da construção civil.

Assessoria de Imprensa – (51) 3323-2170
imprensa@gerdau.com.br
www.gerdau.com
 
Quarta-feira, 28 de novembro de 2007
 
 
« Back
De
Nome
Para
Nome
E-mail