Gerdau divulga resultado do 2º Prêmio Germinar de Educação Ambiental

Cerimônia realizada em Ouro Branco premiou projetos de escolas da região do Alto Paraopeba

O Germinar, programa de educação ambiental da Gerdau, divulgou os vencedores do 2º Prêmio Germinar de Educação Ambiental em cerimônia realizada no dia 27 de novembro, no auditório do Sindicato dos Metalúrgicos, em Ouro Branco (MG). A premiação, criada em 2011 para estimular a cidadania, a prática da sustentabilidade e a conscientização ambiental, envolveu educadores de escolas públicas e privadas das cidades de Ouro Branco, Congonhas, Conselheiro Lafaiete, Moeda e Ouro Preto (Distritos de Miguel Burnier, Mota e Engenheiro Correa).
Na edição deste ano, foram inscritos 40 projetos divididos em cinco categorias: Sementinha, para educação infantil; Raiz, para ensino fundamental do 1º ao 5º ano; Folha, para ensino fundamental do 6º ao 9º ano; Fruto, para ensino médio, e a novidade, categoria Flor, para escolas de ensino especial.
Os vencedores de cada categoria foram o projeto Terra Encantada, da Creche Municipal Monsenhor José Antônio Ferreira (categoria Sementinha), projeto Flora do Cerrado, conhecer para preservar, da Escola Municipal Amynthas Jacques de Moraes (categoria Raiz), projeto Escola Viva, da Escola Municipal José Monteiro de Castro (categoria Folha), projeto Química da Água e a importância da mata ciliar do ribeirão Ouro Branco, do Colégio Arquidiocesano de Ouro Branco (categoria Fruto) e  projeto Verde Perto do Luxo ao Lixo, da APAE – Conselheiro Lafaiete (categoria Flor).


Cada um dos vencedores recebeu R$ 8 mil para viabilizar a implantação do projeto em 2013. Durante a cerimônia, os diretores das escolas premiadas assinaram termo de compromisso para a aplicação do investimento no projeto, bem como para o envio de relatórios de acompanhamento dos trabalhos. Além do apoio financeiro para a implementação dos projetos, o programa Germinar também oferece capacitação aos educadores e funcionários das instituições vencedoras.
Realizada em parceria com o Instituto Gerdau, responsável pelas políticas e diretrizes de responsabilidade social da Empresa, a premiação foi criada para estimular as escolas no desenvolvimento de ações que possam fazer diferença na relação entre as pessoas e o meio ambiente.

Saiba um pouco sobre cada projeto vencedor

Categoria: Sementinha
Nome do projeto vencedor: Terra Encantada
Instituição: Creche Municipal Monsenhor José Antônio Ferreira – Conselheiro Lafaiete (MG)
Responsável pelo projeto: professora Deuziane Vidal Martins
Sobre o projeto: o objetivo é revitalizar o espaço externo da escola para que as crianças tenham contato direto com elementos do ambiente natural e desenvolvam, desde cedo, a consciência ambiental, a responsabilidade e a cidadania. A proposta é criar pequenos recantos ao ar livre para convivência e interação. Nesses recantos haverá canteiros de flores em pneus coloridos, canteiros de ervas e alimentos orgânicos. Além disso, os espaços contarão com  caminhos que levam a um “castelo de cristal”, feito com a garrafas descartáveis, um pequeno laguinho  , um minhocário e uma composteira.

Categoria: Raiz
Nome do projeto vencedor: Flora do Cerrado, conhecer para preservar
Instituição: Escola Municipal Amynthas Jacques de Moraes – Congonhas (Lobo Leite) (MG)
Responsável pelo projeto: professora Maria Efigênia Santana Peixoto
Sobre o projeto: A proposta é difundir informações sobre a importância do conhecimento e preservação da flora do Cerrado e desenvolver atividades que propiciem a sensibilização para a compreensão da riqueza florística, importância ecológica e econômica das espécies do Cerrado. A ideia é usar o mini-viveiro da escola para a germinação e cultivo de algumas espécies e posteriormente reintroduzi-las na região.

Categoria: Folha
Nome do projeto vencedor: Escola Viva
Instituição: Escola Municipal José Monteiro de Castro – Congonhas (MG)
Responsável pelo projeto: professora Márcia de Assis Menezes
Sobre o projeto: O objetivo é criar um espaço bonito, acolhedor e adequado para a leitura, lazer e aulas ao ar livre. O muro lateral da escola será grafitado com temas ambientais e, no muro ao fundo, será feito um jardim vertical. Também está previsto o plantio de árvores de pequeno porte, replantio da horta e aquisição de jogos para os alunos.

Categoria: Fruto
Nome do projeto vencedor: Química da Água e a importância da mata ciliar do ribeirão Ouro Branco
Instituição: Colégio Arquidiocesano de Ouro Branco - Ouro Branco (MG)
Responsáveis pelo projeto: professores Adriana do Nascimento Fagundes e Raphael de Vicq
Sobre o projeto: o projeto pretende verificar a qualidade da água na microbacia do córrego Ouro Branco, juntamente com um diagnóstico de diversidade vegetal feito com pesquisa “in loco” na mata ciliar do córrego. Serão feitas medições de parâmetros físicos, químicos e biológicos da água, identificação dos possíveis agentes contaminantes da água e busca de informações sobre biomonitoramento utilizando espécies vegetais.

Categoria: Flor
Nome do projeto vencedor: Verde Perto do Luxo ao Lixo
Instituição: APAE – Conselheiro Lafaiete (MG)
Responsável pelo projeto: professora Selma Lucia da Silveira Pereira
Sobre o projeto: O objetivo do projeto é incentivar o desenvolvimento das potencialidades dos alunos fortalecendo sua consciência ambiental, para que possam enfrentar os desafios socioambientais e adquirir novos conhecimentos para sua vivência.O projeto foi dividido em 4 módulos e os temas norteadores serão: “As coisas, o luxo, o lixo e a casa”. Os módulos são interativos e, para cada módulo, serão realizadas aulas teóricas, práticas, saídas a campo, intervenções lúdicas e artísticas.

Sobre o Germinar
O Germinar é uma iniciativa voltada para a prática da educação e conservação ambiental em prol do desenvolvimento sustentável. Desde o ano de lançamento do programa, em 1990, mais de 200 mil pessoas foram beneficiadas. Além dos cursos para professores, o projeto oferece ainda oportunidade de visitas técnicas, eventos, palestras, oficinas e projetos socioambientais nas escolas.


O projeto dispõe de um centro de educação ambiental com 48 hectares de áreas preservadas e estrutura adequada para atendimento aos visitantes. Conta ainda com a Praça dos Biomas, na qual os visitantes podem conhecer de perto a representação de alguns dos mais importantes ecossistemas brasileiros: Cerrado, Campos Rupestres, Mata Atlântica, Restinga, Caatinga e Campos de Altitude. O Biocentro também trabalha os temas ligados a meio ambiente e desenvolvimento sustentável com os colaboradores da Gerdau por meio de ações que motivam a atuação responsável em todos os ambientes, como oficinas, reuniões e treinamentos no Sistema de Gestão Ambiental.

Sobre a Gerdau
A Gerdau é líder no segmento de aços longos nas Américas e uma das principais fornecedoras de aços longos especiais do mundo. Com mais de 45 mil colaboradores, possui operações industriais em 14 países – nas Américas, na Europa e na Ásia –, as quais somam uma capacidade instalada superior a 25 milhões de toneladas por ano. É a maior recicladora da América Latina e, no mundo, transforma, anualmente, milhões de toneladas de sucata em aço, reforçando seu compromisso com o desenvolvimento sustentável das regiões onde atua. Com mais de 140 mil acionistas, a Gerdau está listada nas bolsas de valores de São Paulo, Nova Iorque e Madri.

 
 
« Back
De
Nome
Para
Nome
E-mail