Projeto Ler é Viver expande atuação em Minas Gerais

Com apoio da Gerdau, iniciativa chega a três distritos do interior do Estado

Cerca de 240 alunos, de três instituições da rede pública de ensino, contam agora com o Projeto Ler é Viver. Por meio do apoio da Gerdau ao Instituto Gil Nogueira, a iniciativa passou a ser realizada, a partir deste mês, em Gagé (Escola Municipal Romeu Guimarães), Murtinho (Escola Municipal Dr. João Tarcísio) e Ribeirão do Eixo (Escola Municipal Ribeirão do Eixo), distritos de Conselheiro Lafaiete, Congonhas e Itabirito, respectivamente.
Ao todo, as escolas receberam o empréstimo de 820 livros, que circularão entre os alunos durante este primeiro semestre.
 
Depois de lidas, as obras são recolhidas e passam por uma manutenção, para que possam retornar para outras turmas. No semestre seguinte, os jovens recebem novos exemplares. O objetivo é contribuir para a redução do analfabetismo funcional entre crianças e adolescentes, por meio da promoção da leitura e interpretação de obras literárias, com acompanhamento de profissionais especializados.
 
O Ler é Viver é realizado também, com o apoio da Gerdau, nos distritos de Pires (Congonhas), Miguel Burnier e Mota (Ouro Preto), onde são beneficiados 1200 estudantes do Ensino Fundamental. Em todas essas localidades, semanalmente é realizada ainda a oficina de contação de história, uma outra forma de estimular o acesso aos livros.
 
A cada seis meses, são homenageados os alunos que apresentam melhor desempenho na interpretação dos livros, de acordo com a avaliação pedagógica. São reconhecidos com o Prêmio Ouro os estudantes que leram e interpretaram acima de 40 livros. Aqueles que acessaram entre 25 e 39 obras recebem o Prêmio Prata, enquanto os estudantes que ficaram entre 8 e 24 livros ganham o Prêmio Bronze. As premiações são entregues durante uma festa cultural realizada nas instituições.
 
Sobre a Gerdau
 
A Gerdau é líder no segmento de aços longos nas Américas e uma das principais fornecedoras de aços especiais do mundo. No Brasil, também produz aços planos e minério de ferro, atividades que estão ampliando o mix de produtos oferecidos ao mercado e a competitividade das operações. A Gerdau possui plantas industriais em 14 países – nas Américas, na Europa e na Ásia –, as quais somam uma capacidade instalada superior a 25 milhões de toneladas de aço por ano. Além disso, é a maior recicladora da América Latina e, no mundo, transforma, anualmente, milhões de toneladas de sucata em aço, reforçando seu compromisso com o desenvolvimento sustentável das regiões onde atua. Com mais de 120 mil acionistas, as ações das empresas Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo, Nova Iorque e Madri.
 
 
« Back
De
Nome
Para
Nome
E-mail