Programa Germinar da Gerdau Açominas recebeu alunos das Apaes e escolas de educação especial do Alto Paraopeba

press release

O Germinar, programa de educação ambiental da Gerdau, recebeu, na última semana, a visita de 150 alunos das Associações dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAES) de Ouro Branco, Congonhas e Conselheiro Lafaiete e das Escolas Estaduais Olavo Mendes Brandão e de Ensino Especial Maria Coutinho, de Lafaiete e Ouro Branco, respectivamente. Os visitantes conheceram o Biocentro, sede do programa, e participaram da V Semana Especial do Germinar. O projeto é promovido anualmente pela Gerdau, com o objetivo de levar crianças, adolescentes e adultos com necessidades especiais para participar de atividades diferenciadas sobre temas relacionados ao meio ambiente.

Durante os cinco dias de visitas, os alunos receberam orientações sobre preservação do meio ambiente e desenvolvimento sustentável e fizeram uma trilha de interpretação ambiental, em que aprenderam sobre o respeito à natureza e sobre a fauna e flora da região. Além disso, os visitantes assistiram a uma peça teatral e participaram de uma sessão de contação de histórias sobre o mesmo tema. Ao final da competição, todos receberam uma medalha pela participação. Outras atividades como oficinas de arte e apresentação de dança, música e poesia também fizeram parte da programação da V Semana Especial do Germinar.

Para receber os visitantes, o Germinar preparou um café da manhã e almoço especiais. A ação foi direcionada pelo Instituto Gerdau, responsável pelas políticas e diretrizes de responsabilidade social da Companhia, e contou com o apoio dos voluntários da Gerdau.

 Sobre o Germinar
O Germinar foi criado em 1990 com a finalidade de atender as diretrizes da Política Ambiental da Empresa e a crescente demanda da rede escolar da região de influência da Usina. Desde a sua criação, o Biocentro já recebeu mais de 250 mil visitantes em seus mais diversos programas. Inspirado no trinômio educação, ambiente e cidadania, o Germinar capacita jovens e adultos por meio de programas educativos que atuam na formação de cidadãos com conhecimento para atuarem de forma participativa e responsável em relação ao meio ambiente.
 O projeto dispõe de um centro de educação ambiental com 48 hectares de áreas preservadas e estrutura adequada para atendimento aos visitantes. Conta ainda com a Praça dos Biomas, na qual os visitantes podem conhecer de perto a representação de alguns dos mais importantes ecossistemas brasileiros: Cerrado, Campos Rupestres, Mata Atlântica, Restinga, Caatinga e Campos de Altitude. O Biocentro também atende colaboradores da Gerdau Açominas com ações para motivar a atuação responsável em todos os ambientes, como oficinas, reuniões e treinamentos no Sistema de Gestão Ambiental.
 
Sobre a Gerdau
A Gerdau é líder no segmento de aços longos nas Américas e uma das principais fornecedoras de aços longos especiais do mundo. Com mais de 45 mil colaboradores, possui operações industriais em 14 países – nas Américas, na Europa e na Ásia –, as quais somam uma capacidade instalada superior a 25 milhões de toneladas por ano. É a maior recicladora da América Latina e, no mundo, transforma, anualmente, milhões de toneladas de sucata em aço, reforçando seu compromisso com o desenvolvimento sustentável das regiões onde atua. Com de mais de 140 mil acionistas, a Gerdau está listada nas bolsas de valores de São Paulo, Nova Iorque e Madri.
 
 
 
« Back
De
Nome
Para
Nome
E-mail