Programa Germinar da Gerdau Açominas beneficia aproximadamente 5,5 mil pessoas em 2011

Press release

O Germinar, programa de educação ambiental da Gerdau Açominas, finalizou 2011 com um balanço positivo, beneficiando no total aproximadamente de 5,5 mil pessoas.  Entre as atividades que foram desenvolvidas no ano, estão as visitas técnicas de alunos ao Biocentro, que reuniram 4.823 alunos do 4º, 5º e 7º anos da rede escolar da região.
 
Nesses encontros, crianças e adolescentes das escolas públicas e privadas dos municípios de Ouro Branco, Congonhas e Ouro Preto vivenciaram situações de aprendizagem que incentivam mudanças de atitudes voltadas para uma ação ambiental responsável. Após as visitas, as turmas fizeram uma avaliação de aprendizagem, alcançando a média anual de 90%, superando a meta estabelecida de 85%.
 
Nos projetos de educação ambiental desenvolvidos nas escolas, que teve como foco a busca de soluções sustentáveis para os problemas ambientais locais, foram atendidas 343 pessoas. Foram realizadas oficinas de Cidadania com 120 crianças e adolescentes do Lar de Maria e com 90 pessoas na comunidade de Lobo Leite. Também foi promovida ação de sensibilização e capacitação para 45 detentos do Programa Liberdade e Assistência ao Encarcerado (Prolae), em Ouro Preto.
 
As parcerias firmadas entre o Germinar e comunidade, ONGs e empresas locais para a prática de educação ambiental também rendeu bons frutos em 2011. Na Comunidade Terapêutica Bom Pastor foram realizadas seis oficinas sobre Ecologia Humana, com envolvimento de aproximadamente 180 residentes. No Instituto Miguel Fernandes Torres, no Projeto VemSer, foram 61 oficinas sobre cidadania e 180 crianças e adolescentes comprometidos. Já no programa Roda de Conversa, realizado em Miguel Burnier, 20 mulheres da cidade participaram de 18 oficinas.
 
Direcionado pelo Instituto Gerdau, área responsável pelas políticas e diretrizes da empresa em responsabilidade social, o Germinar é uma iniciativa da empresa voltada para a prática da educação e conservação ambiental. Desde 1990, ano de lançamento do programa, até hoje, foram 222.778 pessoas atendidas. Entre as diversas atividades oferecidas pelo projeto, destacam-se as visitas técnicas, cursos, eventos, palestras, oficinas e projetos socioambientais nas escolas.
Prêmio Germinar

Um dos destaques de 2011 foi o lançamento do Prêmio Germinar de Educação Ambiental, que tem o objetivo de incentivar o desenvolvimento de projetos sobre a prática da educação ambiental nas escolas.
 
A premiação envolveu os educadores de escolas públicas e privadas das cidades de Ouro Branco, Congonhas, Conselheiro Lafaiete e Ouro Preto (Distritos de Miguel Burnier, Mota e Engenheiro Correa).

Ao todo, foram inscritos 69 projetos divididos entre quatro categorias: Sementinha, para educação infantil; Raiz, para ensino fundamental do 1º ao 5º ano; Folha, para ensino fundamental do 6º ao 9º ano; e Fruto, para ensino médio. Os vencedores de cada categoria foram: projeto Jardim de Atração, da Escola Municipal Dom Luciano (Sementinha); projeto Observadores de Nuvens, do SESI Unidade Prof. João Franzen de Lima (Raiz); projeto Educação Ambiental Inclusiva, do Colégio Batista Mineiro (Folha); projeto Horticultura Orgânica Hidrossustentável, da Escola Estadual Cônego Luís Vieira Da Silva (Fruto).Os vencedores receberam, cada um, R$ 8 mil para viabilizar a implantação do projeto em 2012.
 
Devido à grande participação e envolvimento das escolas, o Prêmio Germinar, previsto para ser bianual, passará a ser realizado anualmente. Portanto, em 2012, haverá nova seleção de projetos.
 
Sobre o Germinar
O Germinar foi criado em 1990 com a finalidade de atender as diretrizes da Política Ambiental da Empresa e a crescente demanda da rede escolar da região de influência da Usina. Desde a sua criação, o Biocentro já recebeu mais de 200 mil visitantes em seus mais diversos programas. Inspirado no trinômio educação, ambiente e cidadania, o Germinar capacita jovens e adultos por meio de programas educativos que atuam na formação de cidadãos com conhecimento para atuarem de forma participativa e responsável em relação ao meio ambiente.
O projeto dispõe de um centro de educação ambiental com 48 hectares de áreas preservadas e estrutura adequada para atendimento aos visitantes. Conta ainda com a Praça dos Biomas, na qual os visitantes podem conhecer de perto a representação de alguns dos mais importantes ecossistemas brasileiros: Cerrado, Campos Rupestres, Mata Atlântica, Restinga, Caatinga e Campos de Altitude. O Biocentro também atende colaboradores da Gerdau Açominas com ações para motivar a atuação responsável em todos os ambientes, como oficinas, reuniões e treinamentos no Sistema de Gestão Ambiental.
 
Sobre a Gerdau
A Gerdau é líder no segmento de aços longos nas Américas e uma das principais fornecedoras de aços longos especiais do mundo. Com mais de 45 mil colaboradores, possui operações industriais em 14 países – nas Américas, na Europa e na Ásia –, as quais somam uma capacidade instalada superior a 25 milhões de toneladas por ano. É a maior recicladora da América Latina e, no mundo, transforma, anualmente, milhões de toneladas de sucata em aço, reforçando seu compromisso com o desenvolvimento sustentável das regiões onde atua. Com mais de 140 mil acionistas, a Gerdau está listada nas bolsas de valores de São Paulo, Nova Iorque e Madri.

 
 
« Back
De
Nome
Para
Nome
E-mail