Programa Gerdau Germinar beneficia mais de 8.500 alunos e educadores em 2014

Press release

Cerca de 8.500 pessoas foram beneficiadas pelo Programa Gerdau Germinar em 2014. Alunos, educadores e representantes das comunidades de Ouro Branco, Congonhas, Conselheiro Lafaiete, Ouro Preto (distritos de Mota e Miguel Burnier), Itabirito e Moeda, todos em Minas Gerais, estiveram envolvidos nas ações promovidas tanto no Biocentro Gerdau Germinar, quanto em instituições de ensino dos municípios.  Atividades voltadas para a educação, desenvolvimento sustentável, preservação e conscientização ambiental, alimentação saudável, capacitação e pesquisa marcaram o ano de 2014 no Programa Gerdau Germinar.

De acordo com a analista de Desenvolvimento Ambiental do Programa, Fernanda Montebrune, o ano foi muito produtivo e os objetivos e metas traçados foram alcançados. “Contamos com um grande envolvimento e comprometimento dos estudantes, professores e moradores desses municípios. A equipe de voluntários da Gerdau também foi muito importante para o desenvolvimento de todos os trabalhos”, afirma. Para auxiliar na condução das atividades, a iniciativa conta com a colaboração dos voluntários da usina de Ouro Branco.
Só no Biocentro estiveram presentes mais de 6.400 pessoas, por meio de visitas técnicas trabalharam temas como animais, os biomas brasileiros, a qualidade da água e a sustentabilidade na cadeia produtiva do aço. O espaço possui 48 hectares de áreas preservadas e estrutura adequada para desenvolver projetos e atividades voltadas para sustentabilidade.

Além das visitas, foram também desenvolvidos cursos, capacitações e projetos, como o Laboratório Ambiental, Diálogo Ambiental, Monitoramento Participativo das Águas, Oficina de Educação Patrimonial, Projeto de Educação Alimentar (“Soldadinhos de Alimentação”), Projeto Moeda, Projeto Itabirito, Um Dia de Cientista, além de parcerias com Ongs e comunidades.

A Semana Especial Gerdau Germinar foi outro destaque da programação. Realizada no Biocentro Gerdau Germinar, em Ouro Branco, e no MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, em Belo Horizonte, a atividade contou com a participação de 240 alunos e educadores das Apaes de Conselheiro Lafaiete, Congonhas. Ouro Branco, Itabirito, Ouro Preto e Belo Horizonte, além da Escola Estadual de Ensino Especial Maria Correa Coutinho e do Instituto Despertar.

Para 2015 a expectativa é que os projetos de incentivo à educação e ao desenvolvimento sustentável envolvam um número ainda maior de pessoas. Além disso, haverá uma novidade: em fevereiro será divulgado o regulamento da quarta edição do Prêmio Gerdau Germinar, que passou a ser bianual. A premiação incentiva o desenvolvimento de projetos ambientais em escolas públicas da região. Ao final do ano são premiados aqueles que se destacaram e alcançaram os resultados mais relevantes.
 
Sobre a Gerdau

A Gerdau é líder no segmento de aços longos nas Américas e uma das principais fornecedoras de aços especiais do mundo. No Brasil, também produz aços planos e minério de ferro, atividades que estão ampliando o mix de produtos oferecidos ao mercado e a competitividade das operações. Com mais de 45 mil colaboradores, a Gerdau possui plantas industriais em 14 países – nas Américas, na Europa e na Ásia –, as quais somam uma capacidade instalada superior a 25 milhões de toneladas de aço por ano. Além disso, é a maior recicladora da América Latina e, no mundo, transforma, anualmente, milhões de toneladas de sucata em aço, reforçando seu compromisso com o desenvolvimento sustentável das regiões onde atua. Com mais de 120 mil acionistas, as ações das empresas Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo, Nova Iorque e Madri.
 
 
« Back
De
Nome
Para
Nome
E-mail