Prêmio Talento Engenharia Estrutural divulga os vencedores da edição 2008

Profissionais premiados foram responsáveis pelos projetos Ponte Estaiada Octávio Frias de Oliveira e Rochaverá - Torres A e B, ambos em São Paulo, Condomínio Riviera Residences, em Minas Gerais e Estação Ciência, Cultura e Arte, na Paraíba

A 6ª edição do Prêmio Talento Engenharia Estrutural reconheceu os profissionais que desenvolveram a Ponte Estaiada Octávio Frias e o Projeto Rochaverá – Torres A e B, ambos em São Paulo, o Condomínio Riviera Residences, em Minas Gerais, e a Estação Ciência e Arte, na Paraíba. Também foram entregues menções honrosas para engenheiros do Rio Grande do Norte, Mato Grosso, São Paulo e Rio de Janeiro. A premiação é a principal na área de engenharia estrutural no Brasil.
 
A premiação, promovida pela Gerdau e pela Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural (Abece), contou com 182 inscritos. “A cada ano, o prêmio se consolida como uma referência nacional na área da engenharia estrutural, ao valorizar o profissional e estimular o aperfeiçoamento da construção civil brasileira”, afirma Claudio Gerdau Johannpeter, Diretor-Geral de Operações da Gerdau.
 
Os trabalhos foram julgados por uma equipe de profissionais formada por membros da Gerdau e da Abece. Durante a avaliação, os jurados verificaram se cada obra atendia aos itens estabelecidos no regulamento do prêmio, entre eles uso apropriado de materiais, economia de produtos durante a construção, originalidade e criatividade de layout e adequação harmônica ao ambiente no qual o projeto está inserido. .
 
Cada uma das quatro categorias (edificações, obras especiais, infra-estrutura e obras de pequeno porte) contou com um vencedor e uma menção honrosa. Os primeiros colocados ganharam troféu e certificado, além de passagens, mais estadia, para participação na feira World of Concrete, a ser realizada em Las Vegas (EUA), em fevereiro. Os profissionais responsáveis pelos projetos com menção honrosa receberam placa alusiva ao evento além de certificado.
 
O prêmio na categoria infra-estrutura foi para o engenheiro Catão Francisco Ribeiro, com a Ponte Estaiada Octávio Frias de Oliveira. O projeto é a mais recente obra pública realizada em São Paulo e é a maior ponte estaiada em curva do mundo. Inaugurada há cerca de cinco meses, a obra tem 138 metros de altura e utilizou aproximadamente 500 toneladas de aço. A ponte, que liga a Marginal Pinheiros à Avenida Roberto Marinho, tem capacidade para 8 mil carros por hora e tornou-se o novo cartão postal da cidade. Durante a noite, as linhas futuristas da obra são realçadas com luzes coloridas, que podem variar em função de datas comemorativas. Este mesma técnica é utilizada no Empire State Building, de Nova York.
 
O primeiro colocado na categoria edificações foi o engenheiro Mário Franco, responsável pelo Projeto Rochaverá - Torres A e B, em São Paulo. A categoria leva em conta as estruturas verticais e horizontais. O Projeto Rochaverá compreende torres de edifícios comerciais ao redor de uma praça central localizados próximo aos Shoppings Morumbi e Market Place e à Estação Morumbi da CPTM. Os edifícios têm formato inusitado, com uma de suas faces inclinada sobre a praça.
 
Na categoria obras especiais, o vencedor foi o engenheiro Mário Terra Cunha, com a Estação Ciência, Cultura e Arte, em João Pessoa (PB). A obra ainda está em andamento, mas sua estrutura já foi finalizada. O projeto ocupará um espaço de mais de cinco mil metros quadrados no núcleo central da Zona Especial de Preservação (Parque do Cabo Branco) e não provocará interferências no ambiente. A Estação será composta de cinco edifícios destinados à difusão cultural e realização de pesquisas na área de meio ambiente. A obra proporcionará uma visão panorâmica das belezas do entorno.
 
Já na categoria pequeno porte, o primeiro prêmio foi para o engenheiro Márcio José de Rezende Gonçalves, com o projeto Condomínio Riviera Residences, em Nova Lima (MG). O condomínio de casas com terrenos que variam de 1.000 a 5.000 m² está localizado no alto de uma montanha, às margens da BR-040, e prevê o acesso direto à cidade, sem sinais de trânsito.
 
A premiação reconheceu também outros profissionais que desenvolveram projetos de destaque em cada uma das categorias com menção honrosa. Em edificações, foi escolhido o engenheiro George Magalhães Maranhão, com a obra Edifício Residencial Estrela do Atlântico, localizada em Natal (RN). Em obras de arte, o engenheiro Altair Baggio recebeu menção honrosa pelo Ginásio Poliesportivo AECIM Tocantins, em Cuiabá (MT). Na categoria pequeno porte, o homenageado foi o engenheiro Gil Chinellato, com o Auditório Alcina Dantas Feijão, obra realizada em São Caetano do Sul (SP). E a menção honrosa na categoria obras infra-estrutura foi para a engenheira Mônica de Moraes Seixas, com o Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro.

Sobre a ABECE
 
A ABECE (Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural) é a entidade de classe que reúne e representa o setor no País, defendendo seus interesses perante a categoria, os poderes constituídos e a sociedade. Fundada em 17 de outubro de 1994, conta atualmente com filiados em diversos estados, congregando profissionais que movimentam mais de 80% das transações comerciais, em valor financeiro, relacionados ao ramo de Engenharia e Consultoria Estrutural. Para possibilitar o debate de questões locais e propagar as atividades empreendidas pela sede nacional (localizada em São Paulo - SP), a Associação possui delegacias regionais nas principais capitais brasileiras e no interior dos estados de São Paulo e Minas Gerais. Mais informações podem ser obtidas no site www.abece.com.br.
 
Sobre a Gerdau
 
A Gerdau é líder na produção de aços longos nas Américas e líder mundial em aços longos especiais para a indústria automotiva. Possui 46 mil colaboradores e tem operações nas Américas, Europa e Ásia, as quais somam uma capacidade instalada de 26 milhões de toneladas de aço. É a maior recicladora da América Latina e, no mundo, reaproveita mais de 18 milhões de toneladas de sucata anualmente. Com mais de 140 mil acionistas, as empresas de capital aberto da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (Bovespa: GGBR4, GGBR3, GOAU4 e GOAU3), Nova Iorque (NYSE: GNA, GGB), Toronto (GNA) e Madri (Latibex: XGGB).

Assessoria de Imprensa – (51) 3323-2170
imprensa@gerdau.com.br
www.gerdau.com
 
Quinta-feira, 23 de outubro de 2008 
 
 
« Back
De
Nome
Para
Nome
E-mail