Prêmio Talento Engenharia Estrutural destaca projetos do Brasil e até do exterior

Engenheiros responsáveis pelos projetos da Ponte sobre o Rio Orinoco, na Venezuela, Edifício E-Tower e Centro de Conveções World Trade Center, em São Paulo, foram os grandes vencedores do prêmio promovido pelo Grupo Gerdau e Abece

A 4ª edição do Prêmio Talento Engenharia Estrutural destaca seis profissionais que desenvolveram projetos de engenharia estrutural em várias regiões do País e no exterior. Os vencedores foram homenageados na quarta-feira, 25 de outubro, às 19 horas, no Hotel Unique, em São Paulo. A premiação, promovida pelo Grupo Gerdau e pela Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural (Abece), contou com número recorde de inscritos. Concorreram ao prêmio 84 engenheiros, 30 profissionais a mais que em 2005.
 
A premiação apontou um vencedor e um projeto destacado como menção honrosa para cada uma das três categorias: edificações, obras de arte e soluções inovadoras. Os profissionais responsáveis pelos projetos destacados com menção honrosa receberam placa e certificado. Os primeiros colocados das três categorias ganham troféu e certificado, além de passagens, mais estadia, para a Construmat, feira de construção civil, que ocorre em Barcelona de 14 a 19 de maio de 2007.
 
O primeiro colocado na categoria edificações foi o engenheiro Ricardo Leopoldo e Silva França, da França & Associados, responsável pelo projeto do Edifício E-Tower, de São Paulo. A categoria leva em conta as estruturas verticais e/ou horizontais que se destinam à utilização residencial, comercial, escolar, entre outras. O empreendimento da Tecnum Construtora destaca-se por ser um edifício de 150 metros de altura e 42 andares, onde foi aplicado concreto de alta resistência nos pilares, desenvolvido especialmente para o projeto, constituindo-se em um recorde nacional de resistência. Para a construção do E-Tower, foi também necessário ensaiar o modelo do prédio em túnel de evento. A técnica consiste em montar um modelo reduzido do prédio e de edifícios da região para testar sua resistência aerodinâmica.
 
Na categoria obras de arte, o vencedor foi o engenheiro Roberto de Oliveira Alves, da Figueiredo Ferraz Engenharia. O projeto da Ponte sobre o Rio Orinoco, na Venezuela, foi implementado pela construtora Norberto Odebrecht. É a primeira vez que um projeto construído no exterior, projetado por profissional brasileiro, é reconhecido pelo Prêmio Talento Engenharia Estrutural. A categoria obras de arte revela os profissionais que desenvolveram as melhores estruturas para projetos como pontes, viadutos, passarelas, monumentos, obras de saneamento, entre outras. Essa ponte rodoferroviária tem como diferencial a imponência do projeto. Foi construída como uma ponte estaiada – suspensa por cabos de aço – em 3 quilômetros de extensão, com um vão central de 300 metros de comprimento.
 
Quem trouxe a solução mais inovadora para o prêmio foi o engenheiro Flávio Correia D’Alambert, da Projeto Alpha Engenharia de Estruturas, de São Paulo, com a obra do Centro de Convenções World Trade Center, em São Paulo. O empreendimento de responsabilidade da Construtora Racional Engenharia destacou-se pela inovação e criatividade para viabilizar o projeto arquitetônico. Foram utilizados perfis metálicos celulares (vazados) para confeccionar arcos de 50 metros de vão. A novidade conferiu leveza e alta resistência ao projeto, em um conceito inédito no País.
 
A premiação reconheceu também outros profissionais que desenvolveram projetos de destaque em cada uma das categorias com menção honrosa. Em edificações, o destaque foi para o engenheiro Jefferson Luiz Andrade, da Andrade Rezende Engenharia de Projetos, de Curitiba, com o empreendimento do Aeroporto Internacional dos Guararapes, em Recife. O projeto foi construído pelo Consórcio Queiroz Galvão/Odebrecht. Em obras de arte, o engenheiro José Luiz Cardoso, da J.L.C. Engenharia de Projeto e Consultoria, do Rio de Janeiro recebeu menção honrosa pela Ponte sobre o Rio Doce em Colatina, no Espírito Santo. O empreendimento é de responsabilidade da Construtora Sergen. E a menção honrosa na categoria solução inovadoras foi para o engenheiro Sérgio Osório, da Engedata Engenharia Estrutural, de Recife. O armazém de uréia da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados de Laranjeiras, no Sergipe, foi construído pela Queiroz Galvão.
 
Assessoria de Imprensa – (51) 3323-2170
imprensa@gerdau.com.br
www.gerdau.com
 
Quinta-feira, 26 de outubro de 2006 
 
 
« Back
De
Nome
Para
Nome
E-mail