Prêmio Gerdau Melhores da Terra é entregue para 11 vencedores

Serão premiadas 9 máquinas e equipamentos agrícolas e dois trabalhos científicos

A 24ª edição do Prêmio Gerdau Melhores da Terra tem 11 vencedores, entre eles 9 máquinas e equipamentos agrícolas e dois trabalhos científicos. Um total de 92 inscritos participaram da edição 2006 da premiação: 31 na categoria Destaque, 26 na categoria Pesquisa e Desenvolvimento e 35 na categoria Novidade. A cerimônia de premiação será na quarta-feira, dia 30 de agosto, às 11h30, na Gerdau Riograndense (Av. Borges de Medeiros, 650 – Sapucaia do Sul).

OS VENCEDORES

CATEGORIA DESTAQUE
 
A grande vencedora é a colhedora Case IH Axial-Flow Modelo 2388
Cinco equipamentos foram destacados nessa categoria. Nessa edição, foram concedidos dois prêmios especiais para Novas Tendências.
 
O troféu Ouro foi conferido à colhedora Case IH axial-flow Modelo 2388, da empresa CNH Latin América Ltda, de Curitiba (PR). Esta máquina permite a colheita do feijão em escala, por colher de forma direta os grãos, o que representa um avanço tecnológico na colheita dessa cultura. A utilização desse equipamento resulta em uma colheita de grãos de alta qualidade, livres de danos e impurezas.
 
Uma empresa argentina, a Industrias Metalúrgicas Cestari, localizada em Colón (Buenos Aires), levou um dos dois troféus Prata com o Acoplado Tolva Autodescargable 15000 L / Modelo XXI EURO. A máquina é utilizada para o transporte de cereais na lavoura e facilita a logística de movimento dos produtos no campo. Além disso, reduz o tempo necessário para o transporte, pois descarrega a carga enquanto o equipamento ainda está em movimento. O resultado é maior economia nos custos de produção, além de contribuir para a preservação do meio ambiente, pois minimiza o risco de compactação do solo.
A Indústria de Implementos Agrícolas Siltomac Ltda, de São Carlos (SP) também foi reconhecida com o troféu Prata. A Misturadora de Ração Total-Automatizada Modelo Estacionário se destaca pela sua elevada capacidade operacional que permite ao produtor misturar componentes da ração para alimentar até 15 mil animais, eliminando a necessidade de utilização de equipamentos adicionais. A utilização dessa máquina resulta na produção de uma ração com mais qualidade e que contribui efetivamente para um melhor ganho de peso dos animais.
 
O Troféu Novas Tendências foi entregue para dois equipamentos que atendem as necessidades geradas pelo novo contexto da agricultura brasileira com a expansão da cultura de cana-de-açúcar para novas áreas, antes destinadas ao plantio de grãos. Foram premiadas a colhedora de cana Santal Tandem, da Santal Equipamentos S.A. Comércio e Indústria, de Ribeirão Preto (SP), e o Uniport 3000 NPK Canavieiro, da Máquinas Agrícolas Jacto S.A., de Pompéia (SP).
 
A colhedora Santal Tandem é equipada com um sistema de rodas inovador para essa categoria, o Tandem. Este sistema incorpora as vantagens das esteiras metálicas e dos pneus simples, oferecendo estabilidade longitudinal e distribuição homogênea do peso da máquina no solo. Essas características permitem maior facilidade de manobras na lavoura. A colhedora de cana Santal Tandem atende tanto a necessidade de maior produção quanto aos requisitos de preservação ambiental.
 
Já o Uniport 3000 NPK Canavieiro é um veículo distribuidor de fertilizantes sólidos com características únicas no país. O equipamento, ainda novo no mercado, permite a realização de aplicações, aliando três fatores essenciais: ampla variação de doses, taxas variadas e alta velocidade. Essa configuração associada ao elevado vão livre entre a máquina e o solo possibilita a aplicação dirigida nas linhas de cana-de-açúcar, independente da altura da planta em seu estágio intermediário de crescimento.
 
CATEGORIA NOVIDADE
 
Quatro prêmios são conferidos na Categoria Novidade.
 
A categoria registrou recorde histórico de inscritos nos 24 anos de premiação: 35 empresas participantes com 40 produtos.
 
O Troféu Ouro foi da Semeadora PH3 Hydro, um equipamento inovador voltado para o segmento da agricultura familiar. O seu diferencial é a utilização de tecnologia de ponta em uma máquina de pequeno porte, aliando qualidade e facilidade das operações. O equipamento é fabricado pela Semeato S.A. Indústria e Comércio, localizada em Passo Fundo (RS).
Uma das vencedoras do Troféu Prata, a Planner 710 Canavieira, destaca-se pela excelência de seu projeto, que alia qualidade do processo de fabricação e um sistema hidráulico diferenciado. Essas características dão à máquina mobilidade na lavoura, proporcionando ao operador uma variedade maior de manobras e movimentos. A versatilidade do equipamento também é outro ponto positivo, pois apesar de ter sido fabricada para operar principalmente em plantações de cana-de-açúcar, adapta-se perfeitamente em lavouras de outras culturas. O equipamento é fabricado pela GTS do Brasil Ltda, de Lages (SC).
 
O pulverizador de defensivos agrícolas Porter 800ST, fabricado pela Kuhn Metasa, de Passo Fundo (RS), é outro premiado com o Troféu Prata. Apresenta, entre outros atributos,conformidade com normas técnicas nacionais e internacionais. Além disso, a qualidade de fabricação, reconhecida pelo acabamento da máquina, e o preço acessível tornou o equipamento usual no segmento da agricultura familiar.
 
O Prêmio Especial da categoria Novidade é entregue para o Pulverizador Cosmo H 4.0, da PLA Maquinas Pulverizadoras e Fertilizadoras Ltda. A empresa argentina, com filial em Canoas (RS), é reconhecida pela ampliação de sua capacidade industrial no exterior. A PLA instalou-se no Brasil com o foco de produzir pulverizadores para grandes áreas e atender o mercado do Mercosul e da Europa. Destacamos o Pulverizador Cosmo H 4.0 por aliar capacidade operacional e precisão com tecnologia de ponta.

CATEGORIA PESQUISA E DESENVOLVIMENTO
 
Pesquisadora argentina é reconhecida no nível profissional enquanto dois brasileiros, estudante e orientador, são o destaque no nível estudante
 
No nível profissional foi premiado o estudo do “Instituto de Ingenieria Rural” da Argentina, “Costo Maq – Nueva versión 1.1: Software para la gestión integral de la maquinaria agrícola” realizado pela pesquisadora Lídia Beatriz Donato (Buenos Aires, Argentina).
 
Consiste em um software de fácil navegação para gerenciar o desempenho das máquinas no campo e que permite ao produtor rural um melhor controle técnico dos equipamentos e redução de custos. O software possibilita a criação de uma base de dados sobre a lavoura com informações sobre máquinas, implementos, insumos, infra-estrutura e mão-de-obra. Os dados são levantados e armazenados, os quais podem ser atualizados a qualquer momento. O produtor, então, pode identificar quais tarefas consumiram mais recursos, além de poder comparar os resultados estimados antes da colheita com os obtidos no final, especialmente nos pontos capacidade operacional e consumo de combustível.
 
O trabalho vencedor do nível estudante foi o Sistema Automático de Baixo Custo para Condução Racional da Aeração de Grãos de Milho em Pequenas Propriedades, desenvolvido pelo estudante Ariangelo Hauer Dias, da Universidade Estadual de Ponta Grossa (PR), e pelo orientador Antoni Martin Biaggioni, da Universidade Estadual Paulista (SP). Com o objetivo de disponibilizar uma solução eficiente e econômica para o gerenciamento de silos de médio e pequeno porte, foi desenvolvido um sistema automático para controlar a aeração.
 
Esse fator é essencial para manter a qualidade dos grãos de milho armazenados. Isto porque a injeção de ar ajuda a reduzir a temperatura dos grãos permitindo sua conservação por mais tempo. Um equipamento eletrônico colhe os dados necessários para o controle, enquanto um software armazena, processa e controla esses dados.
 
Assessoria de Imprensa – (51) 3323-2170
imprensa@gerdau.com.br
www.gerdau.com
 
Sábado, 26 de agosto de 2006 
 
 
« Back
De
Nome
Para
Nome
E-mail