Parceria da Gerdau com a UFRGS possibilita a otimização de processos da usina de Charqueadas

Mais de 40 projetos de pesquisa já foram desenvolvidos pela universidade e contribuíram com a competitividade da unidade

Considerada referência mundial na linha de aços especiais, a usina da Gerdau em Charqueadas (RS), que conta com parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) para aprofundar conhecimentos técnicos, tem nos estudos realizados pela universidade oportunidades de otimizar sua produção. Pesquisas relacionadas à redução de perdas no processo de fabricação do aço, ao aumento de desempenho dos produtos e de novas empregabilidades para coprodutos, além de contribuírem para maior competitividade do negócio, são valiosas fontes de iniciativas de inovação.

A parceria teve início nos anos 90, envolvendo dezenas de alunos e professores da graduação e da pós-graduação da UFRGS. "Além de ser uma oportunidade para identificar novas soluções para a empresa a partir de aprofundamentos técnicos, a parceria contribui para que os alunos tenham a oportunidade de desenvolver soluções que podem se tornar referência no segmento do aço", afirma Maurício Metz, gerente Executivo da planta de Charqueadas.

A contribuição da academia tem sido significativa para a unidade. Até o momento, já foram desenvolvidos mais de 40 projetos, dos quais três estão em andamento. Com o apoio das pesquisas, já foi possível para a usina, por exemplo, utilizar modelamentos matemáticos e físicos para a otimização de processos como o de desgaseificação a vácuo, de lingotamento contínuo, de conformação mecânica a quente, de laminação e de tratamentos térmicos que permitiram obter ganhos em qualidade, custos e produtividade. ​

« Back
De
Nome
Para
Nome
E-mail