Museu das Reduções completa 20 anos de atuação em Ouro Preto

Em parceria com a Gerdau, espaço apresenta réplicas de monumentos que contam a história do Brasil

No dia 26 de março, o Museu das Reduções, localizado em Amarantina, distrito de Ouro Preto, comemorou 20 anos de sua fundação. Patrocinado pela Gerdau, o museu tem um acervo que conta a história do Brasil, por meio da evolução da arquitetura, ao longo de cinco séculos. São 29 réplicas de monumentos arquitetônicos de 15 estados brasileiros, montados com riqueza de detalhes e fidelidade às edificações originais. As peças são fruto de mais de 25 anos de pesquisas e trabalho dos Irmãos Vilhena e foram construídas com o mesmo material empregado nos edifícios originais. “Somos uma instituição única no mundo e funcionamos de forma ininterrupta desde 1994. Nosso maior desafio é preservar a história da arquitetura nacional e levar o visitante a uma viagem do norte ao sul do país”, explica Carlos Vilhena, coordenador do projeto. Dentre as réplicas expostas, destacam-se monumentos que representam os ciclos econômicos do ouro, da cana de açúcar e do café, além das influências étnicas, religiosas, econômicas e culturais do Brasil. O Museu das Reduções e a Gerdau também beneficiam alunos da rede pública de Mariana, Ouro Branco, Itabirito, Nova Lima, Ouro Preto e Conselheiro Lafaiete por meio do projeto de educação patrimonial “Educando Com Arte”. Em parceria com as secretarias de educação dos municípios participantes, atende alunos do 5º e 6º anos do ensino público fundamental, que vão ao local para aprender sobre educação patrimonial de forma multidisciplinar, com foco em matemática, ciências, história, geografia e artes. “O Educando com Arte busca criar nos jovens alunos a consciência sobre a importância da preservação do patrimônio histórico, artístico e cultural. E é também uma forma de reforçar o conhecimento adquirido em sala de aula de forma prática e interessante, usando o riquíssimo acervo que temos”, completa Vilhena. A expectativa é que mais de 13 mil estudantes sejam beneficiados ao final deste módulo. O museu é aberto ao público e funciona de segunda-feira a domingo, das 9h às 17h30. Visitas em grupos devem ser previamente agendadas. As visitas da temporada 2014 do projeto Educando com Arte começaram no dia 10 de março, com os alunos de Itabirito. Cada dia da semana será reservado para uma das cidades parceiras. A iniciativa recebe o apoio da Gerdau, por meio do Instituto Gerdau, responsável pelas políticas e diretrizes de responsabilidade social da Empresa. O objetivo é reforçar o compromisso da Companhia com o desenvolvimento sustentável das comunidades em que atua. SERVIÇO Museu das Reduções Rua São Gonçalo, 131, Amarantina, Ouro Preto – MG. Tel.: (31) 3553-5182 Sobre a Gerdau A Gerdau é líder no segmento de aços longos nas Américas e uma das principais fornecedoras de aços longos especiais do mundo. Com mais de 45 mil colaboradores, possui operações industriais em 14 países – nas Américas, na Europa e na Ásia –, as quais somam uma capacidade instalada superior a 25 milhões de toneladas por ano. É a maior recicladora da América Latina e, no mundo, transforma, anualmente, milhões de toneladas de sucata em aço, reforçando seu compromisso com o desenvolvimento sustentável das regiões onde atua. Com mais de 130 mil acionistas, a Gerdau está listada nas bolsas de valores de São Paulo, Nova Iorque e Madri.
 
 
« Back
De
Nome
Para
Nome
E-mail