Jovens de PE participam de encontro regional do Projeto Pescar da Gerdau

O Pescar tem o objetivo de capacitar jovens de baixa renda para o exercício de uma profissão

O Projeto Pescar reúne, nos dias 31 de outubro e 1º de novembro, 85 adolescentes dos estados de Pernambuco, Bahia e Ceará, na realização do Encontro Regional de Jovens da Rede Pescar. O evento será realizado na Colônia SESC Iparana, no município de Caucaia (CE), e terá a participação de 14 jovens pernambucanos, inseridos este ano no curso de iniciação profissional em operador de máquinas na Gerdau Açonorte, siderúrgica da Gerdau em Pernambuco, parceira do projeto.
 
O Pescar tem o objetivo de capacitar jovens de baixa renda para o exercício de uma profissão. Neste encontro serão realizadas atividades de integração entre os jovens, de forma a discutir os temas trabalhados durante o ano em cada unidade franqueada do projeto – outras quatro empresas, incluindo também a Gerdau Cearense, usina siderúrgica da Gerdau no Ceará, também participarão do evento, por meio de seus jovens aprendizes e de colaboradores voluntários.
 
Na Gerdau Açonorte, o curso de operador de máquinas teve início em agosto (com duração de 11 meses). As aulas são realizadas nas dependências da usina, de segunda a sexta-feira, e são ministradas por voluntários externos e da própria unidade, sob orientação de um colaborador da Gerdau capacitado para o Projeto. O projeto é direcionado pelo Instituto Gerdau, que coordena as ações responsabilidade social da empresa.
 
Nos dois dias do Encontro Regional os jovens compartilharão suas experiências na prática da cidadania e terão a possibilidade de refletir como podem contribuir com a sociedade em temas como meio ambiente, família, consciência política, saúde/sexualidade e voluntariado.

Sobre o Projeto Pescar
 
O Projeto existe desde 1976, idealizado pelo empresário gaúcho Geraldo Tollens Linck. Mais de 12,3 mil estudantes já passaram pelas franqueadas da Rede Pescar, que hoje conta com 103 unidades em 11 estados brasileiros e no Distrito Federal, além de oito unidades na Argentina e Paraguai, países para os quais a tecnologia social foi cedida.
 
Os jovens contemplados em cada edição do Projeto devem ter entre 17 e 19 anos de idade, estar freqüentando a escola regularmente e cursando pelo menos o 1º ano do ensino médio. As aulas contam com a aplicação de ferramentas fornecidas pela Fundação Projeto Pescar, organização não-governamental criada em 1995 com a finalidade de envolver as empresas no resgate da cidadania e na preparação de adolescentes de baixa renda.
 
O nome do projeto é inspirado num provérbio do filósofo chinês Lao-Tsé: “Se deres um peixe a um homem faminto, vais alimentá-lo por um dia. Se o ensinares a pescar, vais alimentá-lo por toda a vida”.
 
Sobre a Gerdau
 
A Gerdau é líder na produção de aços longos nas Américas e líder mundial em aços longos especiais para a indústria automotiva. Possui 46 mil colaboradores e tem operações nas Américas, Europa e Ásia, as quais somam uma capacidade instalada de 26 milhões de toneladas de aço. É a maior recicladora da América Latina e, no mundo, reaproveita mais de 18 milhões de toneladas de sucata anualmente. Com mais de 140 mil acionistas, as empresas de capital aberto da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (Bovespa: GGBR4, GGBR3, GOAU4 e GOAU3), Nova Iorque (NYSE: GNA, GGB), Toronto (GNA) e Madri (Latibex: XGGB).

Assessoria de Imprensa – (51) 3323-2170
imprensa@gerdau.com.br
www.gerdau.com
 
Quinta-feira, 30 de outubro de 2008 
 
 
« Back
De
Nome
Para
Nome
E-mail