Jardim Botânico de São Paulo comemora 80 anos com apoio da Gerdau

Além de exposição, até 9 de novembro estão programadas atividades gratuitas ao público visitante, como oficinas de reciclagem e cultivo de orquídeas

Contar a história do Jardim Botânico de São Paulo por meio de exposição de telas e esculturas, além de oferecer diversas oficinas gratuitas para os visitantes. É dessa forma que a instituição, com o apoio da Gerdau, comemora as oito décadas de existência de um dos mais representativos espaços verdes da mata atlântica na cidade de São Paulo. A exposição já está aberta e vai até 9 de novembro, no Museu do Jardim Botânico.

Com a curadoria de Michel Chelala (diretor da Academia Brasileira de Arte, Cultura e História), as obras expostas reforçam a temática ambiental. Utilizando a técnica óleo sobre tela, a artista plástica Giselda de Oliveira ilustra os principais pontos do Jardim Botânico, como o lago, o Museu e o portão histórico. As esculturas são de autoria do artista plástico Carlos Gomes, que criou peças a partir de pets em homenagem à natureza.

Além de conhecer a exposição, os visitantes poderão também participar de oficinas de reciclagem e cultivo de orquídeas, com a orientação de profissionais dessas áreas. Nas atividades de reciclagem, são utilizados madeira descartável e produtos pet para a criação de brinquedos e objetos de decoração - ao final das comemorações, alguns objetos serão expostos em um painel permanente no Jardim Botânico. Já o curso sobre orquídeas conta com palestra sobre dicas de plantio, cultivo e conservação das mais diversas espécies da planta.

A iniciativa tem o objetivo de aliar arte e educação para conscientizar os visitantes sobre a importância da vegetação, conservação ambiental, biodiversidade, pesquisa científica e desenvolvimento sustentável. É uma oportunidade de o público apreciar a expressão da arte em meio à natureza.

O Jardim Botânico possui uma área de visitação de 360 mil m² de mata atlântica remanescente, onde 1.240 espécies de árvores e palmeiras são utilizadas para pesquisas e conservação. Na área, vivem também diversos animais, como preguiças, bugios, tucanos de bico verde, gambás, roedores, entre outros. A Gerdau apoia os festejos do Jardim Botânico por meio do Proac (Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo) – a ação é direcionada pelo Instituto Gerdau, responsável pelas políticas e diretrizes da empresa na área de responsabilidade social.


SERVIÇO
Oficinas de Reciclagem: a partir das 14h
11 e 12 de outubro
7 e 8 de novembro

Oficina de Orquídea: a partir das 14 horas
21 de outubro

Jardim Botânico
Endereço: Avenida Miguel Stéfano, 3.031, Água Funda
Os ingressos custam R$ 3,00 para adultos e R$ 1,00 para estudantes. Crianças com menos de dez anos e pessoas acima de 65 anos são isentas.
Telefone: 11 5073-6300      
Site: www.ibot.sp.gov.br

Sobre a Gerdau
A Gerdau é líder na produção de aços longos nas Américas e uma das maiores fornecedoras de aços longos especiais no mundo. Possui presença industrial em 14 países, com operações nas Américas, na Europa e na Ásia, as quais somam uma capacidade instalada superior a 20 milhões de toneladas de aço. É a maior recicladora da América Latina e, no mundo, transforma, por ano, cerca de 16 milhões de toneladas de sucata em aço. Com mais de 140 mil acionistas, as empresas de capital aberto da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (Bovespa: GGBR4, GGBR3, GOAU4, GOAU3 e AVIL3), Nova Iorque (Nyse: GNA, GGB), Toronto (GNA: TO), Madri (Latibex: XGGB) e Lima (BVL: SIDERC1).

 
 
« Back
De
Nome
Para
Nome
E-mail